Pão de Linhaça sem Glúten

pao_sem_gluten
Apesar de muitos médicos e nutricionistas divergirem sobre o assunto, o glúten – proteína presente naturalmente em muitos cereais, como o trigo, o centeio, a aveia e a cevada – tem sido frequentemente associado à obesidade e apontado como vilão nas dietas. Alguns afirmam que os metabolismos mais lentos não processam devidamente os alimentos com a proteína e, como conseqüência, pode haver acúmulo de gordura abdominal. Além disso, diversas pessoas que fazem dietas eliminando o glúten do cardápio atestam que terminam emagrecendo. Porém, há controvérsias! Médicos alertam que não há provas científicas de que essas dietas realmente funcionem com o propósito de emagrecimento.

Recentemente, um estudo realizado na Universidade Federal de Minas Gerais dividiu ratinhos em dois grupos: o primeiro se alimentou de uma dieta rica em glúten, e o segundo recebeu uma dieta livre da proteína. No final da pesquisa, os ratos que não consumiram glúten tiveram uma redução na gordura, na inflamação e na resistência à insulina. Vale ressaltar que os próprios responsáveis pela pesquisa informaram que a experiência foi pequena e são necessárias novas investigações para comprovar a tese. Há também os que dizem que a proteína sofreu algumas modificações maléficas a partir da década de 1960, por conta dos cruzamentos de espécies de trigo, e por isso pode ser prejudicial à saúde. Mas o fato é que a grande maioria dos profissionais diz que dietas sem glúten são modismos puros, que os alimentos sem ele não são necessariamente mais saudáveis, e que apenas os celíacos (pessoas que sofrem de uma doença causada pela intolerância ao glúten) deveriam baní-lo de suas dietas.

Vilão ou não, light ou não, por pura curiosidade (e vontade de emagrecer também, claro) resolvi testar uma receita de pão sem glúten. Escolhi fazer um pão com linhaça, que além de ser algo que gosto, é super saudável. E não é que deu certo e ficou gostoso? Como muitas amigas pediram a receita quando postei a foto do pão nas redes sociais, resolvi compartilhá-la com vocês! Vamos à receita:

Ingredientes:

– 8 colheres (sopa) de farinha de arroz
– 5 colheres (sopa) de amido de milho
– 2 colheres (sopa) de fermento químico em pó (fermento de bolo)
– 2 colheres (sopa) de leite em pó
– 3 colheres (sopa) de linhaça dourada moída
– 1 colher (chá) rasa de sal
– 1 ovo
– 1 pote de 200 ml de iogurte desnatado
– Água suficiente para dar liga

Modo de preparo:

Misture primeiro todos os ingrediente secos: a farinha, o amido, o fermento, o leite em pó, a linhaça e o sal. O ideal é que você peneire todos esses ingredientes para evitar a formação de grumos no pão. Depois que esses ingredientes secos estiverem misturados, acrescente o ovo e o iogurte. Sove a massa e vá acrescentando água ao poucos até a mistura ficar homogênea e a massa chegar num ponto com leve elasticidade. Dê a massa o formato de sua preferência e a deixe descansar por 1 hora. Leve ao forno com temperatura de aproximadamente 200 graus por cerca de 25 minutos, ou até que ele fique dourado. Se quiser enfeitar seu pão, faça pequenos cortes na parte superior com uma tesoura, pincele clara de ovo e polvilhe um pouco da linhaça dourada por cima.

Como sou muito ansiosa, experimentei o pão quentinho, assim que ele saiu do forno, e ele estava muito saboroso e macio. E mesmo no dia seguinte, amanhecido e frio, ele continuou fofinho. Não endureceu! Se você gosta de pão e quer evitar o glúten, vale a pena testar a receita. Só não esqueça de consultar um nutricionista antes de eliminar completamente qualquer coisa do seu cardápio, ok?

Comments

comments

Deixe um comentário